logo_2cabecas

Capitão com 2Cabeças

Posted by marilia in Eventos

Galera, se liga que sábado (06/12) tem evento no Capitão Taberna, a Cervejaria 2Cabeças irá servir 40 litros de chope das cervejas Hi-5 Black IPA e Funk IPA, com descontos em toda linha 2Cabeças.

A 2Cabeças é do Rio de Janeiro e após 2 anos no mercado renasceram mais forte e ainda com mais gás, como eles próprios dizem. O slogan “Repense Cerveja”, é uma provocação para degustação dos rótulos. E o que dizer sobre eles? Já provei as 2 que estarão no evento, e o que me recordo, é que realmente são cervejas com conceito inovador e de sabores marcantes, maiores detalhes só poderei dar depois que degustar mais uma vez, então, até lá.

Local: Capitão Taberna, das 14h às 22h.

chopeira

Conhecendo a Risoflora

Posted by bob in Eventos, Noticias

Uma vez por mês a galera da Risolfora promove uma degustação de suas cervejas, fabricadas artesanalmente, em um ambiente descontraído e ideal para tomar uma com os amigos. E no últmo encontro, sábado 15/11, nos estávamos por lá para provar a Risoflora Pale Ale e Weiss.

chops

Iniciamos os trabalhos com o Chope Pale Ale, de coloração cobre intensa e amargor pronunciado, condizente com o estilo. Entre uma conversa e outra, tomamos mais alguns chopes até o barril secar e chegar a vez da Weiss!

A Weiss, estilo não muito adorado por nós, foi uma supresa já no primeiro gole. Diferente da Weiss que estamos acostumados, a birra é bem resfrescante com uma coloração acobreada e notas de banana. Acho que supreendeu geral.

Como não só de bebida vive o homem, estavam rolando uns petiscos marotos: sardinha na pressão, antepasto de beringela e amendoins :D

Quando o ambiente ficou mais calmo, trocamos uma ideia com Belmiro e Leta sobre a Risoflora. Tudo começou com uma viagem para casa de familiares, onde a galera fabricava a própria cerveja que consumia. Foi amor a primeira vista. Depois de algumas viagens e mais brassagens, a dupla resolveu produzir seu próprio rótulo.

belmiro-leta

A cerveja foi batizada com esse nome por conta de uma flor nativa do mangue, além de ser uma homenagem a Chico Science. O mel, utilizado na elaboração da Weiss, vem de um sítio da família, de mesmo nome.

Somando aos dois rótulos apresentados nessa degustação, a dupla ainda produz cervas no estilo IPA :D

Para saber mais ou encomendar sua Risoflora, só entrar em contato com a galera através da Fanpage.

mondial

Mondial de La Bière – 2ª Edição

Posted by marilia in Eventos

O Mondial de La Bière é um festival único, de entretenimento e degustação. Realizado anualmente em Montreal, no Canadá, e em Mulhouse, na França, é considerado a porta de entrada para muitas indústrias de cervejas estrangeiras nos países de realização. As edições de 2013, atraíram aproximadamente 160 mil visitantes, 1900 rótulos de cerveja e 500 cervejarias.

rotulos

O evento chega mais uma vez à capital carioca e promete superar o sucesso da primeira edição, que aconteceu em 2013. De 20 a 23 de novembro, os amantes, apreciadores e produtores de cerveja terão a oportunidade de degustar um mundo repleto de sabores, aromas e texturas, no Terreirão do Samba, centro da cidade. O espaço reunirá grandes rótulos e personalidades do segmento, uma oportunidade única para saborear cervejas exclusivas e que ainda não são distribuídas no Brasil. O festival é promovido e organizado pela Fagga | GL events Exhibitions.

Além dos mais de 600 rótulos de cervejas especiais para degustação, o Mondial oferecerá aos visitantes uma vasta programação, com concursos, Bate Papos com Cerveja, shows, Petit Pub, espaço para degustação de cervejas inéditas, e Beer Boutique, onde o visitante poderá abastecer o seu estoque de cervejas especiais. Uma experiência única, onde público e produtores se unem em uma grande confraternização. Grandes mestres cervejeiros e rótulos premiados já são presenças confirmadas no evento. Um deles é o dinamarquês Jeppe Jarnit-Bjergsø, da cervejaria Evil Twin, que aparece entre as dez melhores do mundo.

Para a edição carioca, os ingressos já estão sendo vendidos através do site, com preços a partir de R$ 35 e viradas de lote. O Terreirão do Samba continua sendo oficialmente a casa do Mondial de La Bière.

Serviço:
Data: 20 a 23 de novembro de 2014. / Horário: De quinta a domingo, das 14h às 23h.
Local: Terreirão do Samba | Rua Benedito Hipólito, s/nº, Centro – Rio de Janeiro
Ingressos: Preço a partir de R$ 35. - www.mondialdelabiererio.com

capitao

1º Witday Capitão Taberna

Posted by marilia in Eventos

O Capitão Taberna, em parceria com a Cervejaria Estrada, preparou uma surpresa para os amantes da Witbier – cerveja de trigo belga, sutil, bastante cítrica e frequentemente temperada com especiarias.

As wits são extremamente refrescantes e vêm se destacando cada vez mais no Brasil. Portanto, venha comemorar o nosso 1º Witday Capitão Taberna com 80L de Chopp Wit artesanal da Cervejaria Estrada.

Serviço:
Onde: Capitão Taberna (Rua João Tude de Melo, 77, Shopping Parnamirim)
Quando: Essa sexta, 31/10/2014
Horário: 16h às 22h

Comemore a Proclamação da República no Capitão Taberna

Posted by bob in Eventos

image

Nesse feriado, nossos amigos do Capitão Taberna resolveram comemorar esticando seu horário de atendimento até as 00:00 da quinta feira e abrindo na sexta. A casa ainda vai ofertar petiscos regionais além de contar com uma boa variedade de cervejas.

Para maiores informações, só ficar ligado na fanpage do Capitão.

0a4735f0716f11e2868f22000a1f97ea_7

Labaredas, Labaredas….

Posted by bob in Largers, Rauchbier

Hehe, não podia perder a deixa. Labaredas era uma banda de brega daqui de Recife mas também é o nome da cerveja fabricada pela Coruja.

A Labareda faz parte da linha “Fora de série”, que são cervejas fabricadas em parceria com terceiros, nesse caso com o Wander Wildner, antigo cantor da Replicantes que hoje trilha carreira solo (por mim, teria ficado no Repicantes :P). Mas vamos a cerva.

Rotulada como Escura tipo Lager, a Labareda me remete levemente as cervejas defumadas/rauchbier pelo sabor e aroma um pouco acentuados, nada gritante pra quem curte o estilo com um alaranjado intenso. O fato curioso dessa cerva, é que ela é levemente apimentada, nada que prejudique a degustação (esse foi o motivo que me levou a comprar a Labareda).

Só pelo fato de me remeter as rauch, curti muito essa cerva, sem falar no leve ardor que fica na boca após tomar uns goles dessa ‘moça’ e por ser bem encorpada. Irado! :]

Recomendo a quem já está acostumado a cervejas mais elaboradas e com sabor mais marcante.

Pra finalizar, um clássico da Labaredas :P

432357_472420336138057_1040230013_n

Prêmio Destaques 2012 – Blogueiros Brasileiros de Cerveja

Posted by feliperodrigues in Curiosidades, Noticias

Depois da campanha online #cervejadeverdade e do Dia da Cerveja Brasileira, os Blogueiros Brasileiros de Cerveja (BBC) decidiram prestar suas homenagens àqueles que estão na linha de frente do mercado nacional: cervejarias, lojas especializadas, importadores… Enfim, aos que têm tornado possível que o público caminhe em direção ao ideal que propagamos, de beber menos e beber melhor, e de fazer com que cada cerveja bebida seja uma experiência única. E nós do, como participantes BBC, estamos dentro dessa!

A partir deste ano, o grupo organizará também o prêmio Destaques do Ano BBC, que elegerá por livre escolha (sem lista de indicados) dos blogueiros, os melhores em seis categorias: Lançamento, Cervejaria, Comunicação, Inovação, e as menções honrosas de Melhor Importação e Acontecimento Cervejeiro.

Blogueiros que mantenham qualquer tipo de atividade comercial relacionada a uma categoria ficarão impedidos de votar nestas categorias. Nas demais categorias, não haverá impedimento. Os nomes dos vencedores serão divulgados no dia 7 de dezembro (sexta-feira), por meio dos blogs participantes.

Até a edição de 2013, os vencedores poderão adotar um selo eletrônico desenvolvido especialmente pelos BBC para marcar a escolha.

CATEGORIAS

LANÇAMENTO
Cerveja, independentemente de estilo, desde que registrada pelo Ministério da Agricultura e comercializada pela primeira vez entre 1o. de janeiro e 30 de novembro de 2012, que se destaque na avaliação dos jurados, em qualidade, aromas e sabores.

CERVEJARIA
Cervejaria, independentemente de porte, desde que registrada pelo Ministério da Agricultura, que se destaque na avaliação dos jurados devido à qualidade dos produtos e a ações de propagação da cultura cervejeira.

COMUNICAÇÃO
Cervejaria, independentemente de porte, desde que registrada pelo Ministério da Agricultura, que se destaque na avaliação dos jurados em relação ao uso das ferramentas de comunicação voltadas para o público e para a mídia especializada.

INOVAÇÃO
Contribuição de caráter inédito, de pessoa ou empresa, para o desenvolvimento do meio cervejeiro, seja novo método de produção, produto, modelo de negócios, etc.

MENÇÃO HONROSA MELHOR IMPORTAÇÃO
Prêmio simbólico para a cerveja estrangeira regularmente importada, sob responsabilidade de uma distribuidora juridicamente constituída, que se destaque na avaliação dos jurados, em qualidade, aromas e sabores.

MENÇÃO HONROSA ACONTECIMENTO CERVEJEIRO
Prêmio simbólico para os demais aspectos do meio cervejeiro, como eventos e produtos de divulgação da cultura cervejeira.

_MG_1202

Nós fomos – VIII WORKSHOP DE CERVEJA ARTESANAL

Posted by feliperodrigues in Curiosidades, Noticias, Reviews

Fizemos o VIII Workshop de Cerveja Artesanal  no mês passado e foi um experiência excepcional!

O evento aconteceu na Casa Rosada e foi ministrado por Filipe Muniz e Romero Perman, da Cervejaria Maria. A duração foi de 7h, com uma introdução teórica, pausa para o almoço e depois muita mão na massa.

Na minha opinião, não tem jeito melhor de entender como a cerveja funciona, do que fazendo uma. O importante foi visualizar como o malte, o lúpulo e as leveduras interferem no resultado final do produto. Assim como compreender as transformações químicas e biológicas  desses ingredientes para virar esse maravilhoso líquido que alegra nossas vidas.

Após um dia todo acompanhando o processo, desde a moagem do malte, até a fervura e inicio da fermentação, ficou claro que é relativamente fácil fazer uma boa cerveja na sua própria casa. Você sai do curso já com vontade de comprar os equipamentos e começar sua produção.

Agora, mais divertido do que aprender como fazer uma cerveja, é fazer isso, tomando cerveja. E das boas. Durante o curso, foram degustadas uma WitBier, uma DoppelBock, uma IPA e uma Stout, todas produzidas pelos próprios professores. E ainda pudemos fazer contato com o pessoal da Acervas do RN e AL, que estiveram presentes.

No dia 20 de Outubro vai acontecer outro Workshop, no mesmo local. Para se cadastrar, é só entrar no site da AcervA-Pe.

logos

Por que é tão difícil encontrar uma boa cerveja nacional pra comprar em Recife?

Posted by bob in Curiosidades

Pois é… Essa é a triste realidade de quem vive aqui em Recife. Comprar boas cervejas, como BambergColorado, Baden Baden, Eisenbahn (nossas preferidas) é uma verdadeira missão impossível. Alguns estabelecimentos apresentam algumas variações delas no cardápio, mas raramente tem as cervejas para vender, enquanto que as casas especializadas esgotam seus estoques (quando eles existem) rapidamente.

Isso reflete diretamente na formação do público apreciador de uma bela cerveja. Muitas vezes já me perguntaram se eu só tomo cerveja importada, mas a grande verdade é que nunca encontro uma Baden Baden Golden pra comprar, ou uma Eisenbahn Golden Strong Ale. Assim fica complicado para os recifenses degustarem uma cerveja nacional no momento que a sede aperta.

Alguma cervejas, como a Vixnu, não podem ser comercializadas por aqui, por questões de logística (já que ela deve ficar sempre gelada e a relação custo x benefício para trazer a moça pra cá não é interessante), mas outras não tem sentido nunca serem vendidas por aqui. Uma maravilhosa Serra Malte é lenda em Recife.

O interessante é que cervejas comercializadas por grandes marcas também sofrem do mesmo mal. Um bom exemplo disso é o chopp Brahma Black, uma verdadeira lenda urbana em Recife.

Diante de todos problemas, as únicas cervejas que chegam com certa frequência em Recife, são as importadas e sem muita variação… Os que nos resta é comprar em sites especializados ou ficar tomando aguinha Perrier :P

vixnu

#CQA + Tour Cervejeiro – Colorado Vixnu e a Volta pra casa

Posted by feliperodrigues in Ales, Imperial Pale Ales, Tour Cervejeiro

Para encerrar nossos posts sobre o Tour Cervejeiro, resolvi falar sobre essa joínha que é a Colorado Vixnu, e como foi conseguir trazer ela pra casa.

Essa IPA Imperial foi criada em 2010, através de uma receita colaborativa com os mestres cervejeiros Patrick Zanello e Matt Brynildson da Firestone Walker.  Por ter como base a receita da Indica, mas com realce nos maltes e lúpulos, ela originalmente foi chamada de Double Indica.

As India Pale Ale nunca foram muito meu tipo, mas a Vixnu, definitivamente leva o estilo para outro patamar. A cor alaranjada e a espuma de resistência média, mas bem cremosa, dão a ela uma ótima apresentação. Tem aromas e sabor bem marcantes e frutados, com tons de algo que me lembrou maracujá. Apesar do teor alcoólico mais elevado (9,5%) e o do amargor bem notável, ela é equilibrada e forma um conjunto impressionante.

Devido a experiência forte, deve cair muito bem com pratos apimentados ou bem condimentados.

Para preservar o maravilhoso aroma do malte e dos lúpulos americanos a Vixnu não é pasteurizada e é refrigerada desde sua produção até a venda. Esse fato é o que faz com que seja difícil encontra-la, pois não é pra todo lugar que é viável fazer o transporte dela gelada.  Quando fomos na fábrica da Colorado, tivemos a oportunidade de degusta-la e não poderíamos voltar de Ribeirão Preto sem trazer algumas pra tomar por aqui em Recife.

Compramos na loja da fábrica e deixamos no refrigerador da pousada, para mantermos ela gelada todo o tempo em que estivemos em Ribeirão. Na hora de ir embora, retiramos ela e fomos direto para o aeroporto no melhor modo “Seja o que deus quiser”.  Assim que chegamos a Recife coloquei as meninas pra gelar o mais rápido que pude. O transporte aconteceu num intervalo de 5h. Ainda bem que deu tudo certo e nós pudemos degustar elas também por aqui!